Física Quântica e Ciências Mentais (Reprogramações)

FÍSICA QUÂNTICA

A Física Quântica é a ciência que estuda os fenômenos relativos ao mundo onde existimos, isto é, o mundo físico que pode ser observado pelos nossos sentidos ou pelos instrumentos de observação e mensuração. Portanto, os princípios e as leis da física tem validade apenas no mundo das grandes medidas, isto é, no mundo que pode ser diretamente observado a olho nu ou através de instrumentos. O átomo é o limite das medidas que podem ser exploradas pela física.

Diferentemente da ciência a Física, que trata de coisas, fenômenos e processos que direta ou indiretamente podem ser observados e mensurados pelos cientistas, a ciência da Física Quântica refere-se à coisas, fenômenos e processos que em sua maioria não podem ser observados ou diretamente observados: a Física Quântica é a ciência que estuda o mundo invisível do imensamente pequeno, o mundo das partículas e subpartículas atômicas, onde as diminutas dimensões não têm significado para a nossa mente. Quando as partículas começam a se juntar para compor os átomos e as moléculas - deste modo aumentando de tamanhos e dando origem à nossa realidade física onde vivemos - então os fenômenos quânticos desaparecem e surgem os fenômenos que são estudados pela física.

Os fenômenos quânticos começam a surgir na medida em que a nossa observação penetra o interior infinitesimal da matéria. Quanto mais para dentro da matéria menores se tornam as medidas do espaço e do tempo, onde os processos quânticos ocorrem. Medidas essas infinitesimamente pequenas de tempo e de espaço, que no mundo da física clássica não tem nenhum signficado. Há um limite para o espaço microscópico, a partir do qual nem as leis da física nem os conceitos com os quais interpretamos e compreendemos a nossa realidade tem validade: a chamada Dimensão de Plank, e que em centímetros vale um número representado por 10 elevado à potência negativa de (-42).

Texto produzido por Osny Ramos

Professor Instituto Namaskar

 

CIÊNCIAS MENTAIS (REPROGRAMAÇÃO)

O que é Reprogramação Mental?

Desde a concepção sua mente está sendo impregnada com informações, dogmas e exemplos de comportamento e isso acaba sendo incorporado ao seu modus vivendi e passam a fazer parte do seu estilo de vida, transformando-a no que você é agora. Algumas dessas absorções são boas, benéficas, úteis e práticas. Outras, entretanto, podem ser extremamente maléficas. Esses processos internos negativos passam a limitá-lo(a) e desviar sua atenção e potencial e induzem-no(a) a seguir pelo lado mais negativo da existência, causando grandes prejuízos, tanto no aspecto emocional, quanto ao físico, atingindo os desenvolvimentos físico, familiar, social, econômico, intelectual e moral, comprometendo o seu rendimento, o alcance dos seus objetivos, a sua felicidade.

A Reprogramação Mental compreende o estudo da estrutura da experiência subjetiva e para alcançar êxito na sua aplicação vale-se de técnicas específicas que visam organizar e reorganizar essa mesma experiência e dessa forma, definir ou redefinir e assegurar qualquer objetivo comportamental que se pretenda adotar. Na prátiva seria o que poderíamos chamar de um processo educacional ou reeducacional de como fazer melhor uso ou tirar melhor proveito do seu cérebro.

Reprogramação Mental seria, então, a arte de modelar a forma e a sequência de estados e processos internos, além de definir ou redefinir critérios e crenças que influem em nosso comportamento, de modo a garantir a manutenção da harmonia de todo o sistema.

Ao submeter-se a um processo de Reprogramação Mental o indivíduo recebe um conjunto de ferramentas específicas que, se aplicadas corretamente podem produzir resultados eficientes em qualquer interação humana e em qualquer contexto.

Texto produzido por José Bonezzi

Professor Instituto Namaskar