I - TERAPIAS OFERECIDAS PELO INSTITUTO NAMASKAR (Saiba mais)

II - TERAPIA COM REGRESSÃO DE MEMÓRIA (Saiba mais)

III - PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A TERAPIA DE REGRESSÃO (Saiba mais)

IV - BENEFÍCIOS DA MEDITAÇÃO UTILIZADA COMO ALIADA PELA PARAPSICOLOGIA INTEGRATIVA (Saiba mais)

V - BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA YOGA UTILIZADA COMO ALIADA PELA PARAPSICOLOGIA INTEGRATIVA (Saiba mais)

VI - TRAUMAS (Saiba mais)

VII - O PODER INFINITO DA SUA MENTE (Saiba mais)

VIII - VIVA MAIS FELIZ (Saiba mais)

IX - O QUE É CONSTELAÇÃO FAMILIAR SISTÊMICA (Saiba mais)

X - OUTROS TEMAS RELACIONADOS COM O TRABALHO DO PARAPSICÓLOGO INTEGRATIVO (Saiba mais): Ho’oponopono, Pranayama, Tantra, Tantra Yoga, Kriya yoga, Terapia Holística, Reprogramação Mental e PNL - Programação Neurolingüística

 

 

I - TERAPIAS OFERECIDAS PELO INSTITUTO NAMASKAR

Junto ao Instituto Namaskar são oferecidos aos interessados em realizar tratamento Parapsicológico Integrativo, sessões de terapias individuais.

Também oferecemos o trabalho terapêutico em grupo ou individual com Constelação Familiar Sistêmica.

Faça um contato conosco e agende um horário para realizar uma análise de qual é o seu problema e a forma de você ser tratado por um dos nossos Parapsicólogos Integrativos.

 

II - TERAPIA COM REGRESSÃO DE MEMÓRIA

A Regressão de Idade ou Memória é uma “viagem mental” no tempo, onde se visualiza imagens e sensações armazenadas no subconsciente identificando a origem dos traumas e bloqueios. Uma vez descobrindo-se as suas causas é realizado um trabalho de reprogramação mental, fazendo com que você compreenda, veja e sinta o fato traumático sob outro ponto de vista de forma fria e natural e indiferente apenas como uma experiência que foi vivida e que serviu para o seu crescimento e evolução.

  • Utilizam-se técnicas de relaxamento profundo, concentração e hipnose para acessar a memória do subconsciente e inconsciente onde estão armazenados as informações dos traumas e bloqueios que fazem você sofrer.
  • Na Terapia com Regressão de Memória você não vai a lugar algum. Apenas acessa esses registros que estão armazenados em sua memória e passa pelo processo de ressignificação, compreendendo o seu passado e vendo de outra forma não traumática.

 

III - PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A TERAPIA DE REGRESSÃO

1) Durante a Terapia de Regressão perco a consciência?

Não. A pessoa fica consciente em todas as situações que vai experimentando, mantendo a memória dos acontecimentos ocorridos. A pessoa está simplesmente num estado diferente de consciência, podendo ver-se como ator e observador das suas experiências ao mesmo tempo.

2) Como é que consigo reviver experiências antigas durante a Terapia de Regressão?

É possível reviver experiências antigas através de um relaxamento profundo conduzido por um Parapsicólogo Integrativo. Existem pessoas que conseguem entrar em regressão espontânea durante o sono ou em outras situações de relaxamento, mesmo sem o auxílio de um Parapsicólogo. Outras podem ter acesso a conteúdos ditos de “vidas passadas”.

3) A Terapia de Regressão não é perigosa?

Desde que a Terapia de Regressão seja feita por um profissional formado em Parapsicologia Integrativa, e que desenvolva seu trabalho com qualidade e ética, não há nenhum problema.

O Parapsicólogo Integrativo que atua com Regressões deve utilizar passo a passo as técnicas da hipnose Ericksoniana, concentração e outras que conduzem a um relaxamento profundo. O Processo de Reprogramação Mental deve ser realizado, a fim de ressignificar (transformar de forma positiva) todo e qualquer conteúdo negativo vivenciado nas sessões de Regressão. Geralmente as dificuldades com a Terapia de Regressão ocorrem quando um hipnólogo que gosta de proporcionar “show”, utiliza-se das técnicas de Hipnose Rápidas com frequência, e sem qualquer fim terapêutico de ajuda.

Desta forma, o conselho que o Instituto Namaskar oferece a todas as pessoas que querem se submeter, por qualquer motivo, a um trabalho terapêutico com as técnicas de Regressões é o seguinte: “DESCONFIE DO PROFISSIONAL QUE PROMETE RESOLVER TODAS AS SUAS DIFICULDADES PSICOEMOCIONAIS EM APENAS UMA SESSÃO”.

O trabalho sério, competente, ético e rápido de um bom Parapsicólogo Integrativo, se faz com no mínimo de (cinco) sessões. Assim, com estes cuidados éticos que deverão ser observados pelo Parapsicólogo Integrativo, não há qualquer obstáculo em se submeter a sessões de Regressões.

O estado de profundo relaxamento que a Terapia de Regressão provoca, traz uma sensação de extremo bem estar resultante de ser alcançado um estado de maior equilíbrio bioenergético. É utilizada não apenas para conhecer “vidas passadas”, mas também para redução do stress, tratamento de fobias, dores crônicas, ansiedade, depressão, doenças psicossomáticas e etc. Muitos dizem ter medo de perder o controle durante a regressão, ou ficarem em “poder” do terapeuta – nada mais falso. Não é possível ser induzido numa Terapia de Regressão se o consulente não quiser ou se permitir. Toda Terapia de Regressão é uma auto-hipnose. O terapeuta só conduz o processo, é um instrumento para auxiliar a obter um relaxamento mais profundo.

4) Todas as pessoas conseguem fazer Terapia de Regressão?

A Terapia de Regressão é uma forma de hipnose consciente, a qual é a mais utilizada atualmente, sendo acessível a qualquer pessoa, desde que ela realmente queira, pois quem está a controlar o processo é a própria pessoa. Porém, quando o nível de ansiedade é alto, torna-se mais difícil obter um relaxamento completo, mas com exercícios e prática todos podem atingir o nível de transe.

5) A pessoa não consegue se mexer durante a Terapia de Regressão?

Somente se assim o desejar. Em geral as pessoas falam sobre as imagens que vêem, o que sentem, e muitos se movimentam, gesticulam para ajudar a descrever suas sensações, abrem os olhos, riem, choram, mudam de posição, etc. E se algo estiver a incomodar durante o processo ou no ambiente do consultório, por exemplo, um inseto voando próximo ao rosto da pessoa, é frequente espantá-lo com a mão ou sacudir a cabeça e continuar o seu relato, permanecendo no mesmo estado de relaxamento ou transe.

6) É fácil chegar a esse relaxamento profundo?

Quanto mais a pessoa confiar no terapeuta, estiver interessada no processo e se entregar sem reservas, mais fácil, rápido e profundo será o transe. Em geral, nas primeiras vezes, o relaxamento é mais superficial, pois a pessoa não sabe o que vai acontecer, está um tanto ansiosa. Mas com o tempo e a repetição é bem mais fácil. É comum, depois de algumas sessões, o cliente só pelo fato de entrar no consultório já se sentir mais relaxado.

7) Todos conseguem ver suas vidas passadas?

O seu inconsciente, ou seu eu interno, está sempre no controle, ou seja, você próprio controla a situação. Dentro de você, há a resposta sobre o que é importante ver ou não, num determinado momento. Muitas vezes o terapeuta, por mais que tente, não consegue fazer com que você regrida. É o seu eu dizendo que não é o momento adequado, ou você não está preparado para ter essa experiência, ou as respostas de que você precisa não estão em “outras vidas”.

8) Como posso ter certeza de que a experiência foi realmente de uma vida passada?

As atuais pesquisas apontam para que a experiência vivida possa ter várias origens: vivência real da pessoa, vivência construída inconscientemente e vivências de tipo transpessoal que podem ser de dois tipos: dita “vida passada” ou vivência de tipo inconsciente coletivo.

Em alguns casos poderá ser importante confrontar a informação recolhida durante o processo e confrontá-la com a realidade (nomes de pessoas, localizações, datas, outras fontes, etc.) e daí tirar as devidas ilações relativamente à sua veracidade. Este último método já há muito tempo é seguido no Tibete e na Índia para verificar ditas “reencarnações” de pessoas santas, como o Dalai Lama.

Contudo, em nossa perspectiva, o ponto realmente importante na Terapia de Regressão não é saber se a experiência foi realmente vivida pela própria pessoa. A questão importante a ser colocada é “Porque é que este conteúdo é importante para mim?”, “O que devo aprender com esta experiência?”, “Como é que esta experiência poderá melhorar a minha vida?”. O que importa é analisar os conteúdos que o inconsciente traz à tona e como isso pode ajudar na resolução das dificuldades desta vida, a atual.

9) Mas isso não pode ser a nossa imaginação?

Pode, e algumas vezes isso acontece e noutras os conteúdos são misturados, como nos sonhos, em que vemos imagens de fatos que vivenciamos no dia-a-dia, símbolos com um significado pessoal, histórias que lemos, cenas de filmes a que assistimos e fragmentos de “vidas passadas”. Na verdade, é muito difícil a história de uma “vida passada” vir intacta, direta, com início, meio e fim. É como quando fazemos um relato de algo que presenciamos; não descrevemos somente aquilo que observamos, mas também colocamos nosso julgamento, comentários, interpretações, opiniões nossas e de outras pessoas.

10) Nesse caso, a terapia não faz efeito?

Através da Terapia de Regressão em geral, e da sua aplicação a “vidas passadas”, é possível ultrapassar bloqueios, angustias, dificuldades que nos afetam na atual situação presente. Situações que não foram bem resolvidas no passado e que precisam ser reexaminadas a nível consciente. Se, para resolver determinado problema, o inconsciente trouxe algo fruto da imaginação ou de outro tipo é porque tais conteúdos são importantes naquele momento. O mais interessante é que os problemas são solucionados, não importando se são “vidas passadas” ou imaginação. Lembre-se: quem tem o controle do processo é o seu eu interior.

11) Não há perigo de se ficar numa outra “vida passada”?

Não. Em primeiro lugar, porque não “se vai” para outra “vida passada”. A pessoa permanece no presente, sabendo onde está, consciente, ouvindo os sons ao seu redor e tem todo o controle de si própria. Mesmo se o terapeuta saísse da sala e não voltasse, a pessoa em estado de profundo relaxamento permaneceria assim por certo tempo e retornaria naturalmente, ao seu estado normal, como se estivesse despertando de um sono.

12) É importante o terapeuta permanecer ao lado da pessoa?

Como já foi dito, é possível regredir a outras “vidas passadas” mesmo sozinho, mas como o processo terapêutico tem o objetivo de resolver algo dessa vida, o auxílio do terapeuta é importante para conduzir de forma mais objetiva e mais rápida ao fato que originou a situação. A presença do terapeuta é importante para auxiliar a pessoa, caso ela esteja a sentir-se perturbada com algo que vivencie. Isso é possível perceber mesmo que não seja falado, seja pela expressão do rosto, coloração da pele, respiração, gestos e variados sinais. O terapeuta conduz o processo de forma que a pessoa tenha acesso a essas memórias sem envolvimento emocional, se for o caso.

13) Por me lembrar de uma situação de outra “vida passada” que tenha relação com o problema atual fica o mesmo resolvido?

Não. Os conteúdos experienciados devem ser analisados e comentados para perceber de que forma eles estavam a bloquear a evolução da pessoa e, posteriormente qual é a “lição” a extrair. O passo seguinte é trazer esse conhecimento para a consciência do dia-a-dia e integrá-lo na pessoa para que possa utilizá-lo sempre que quiser.

14) Como é sentir-se noutras “vidas passadas”?

Essa é uma experiência única e pessoal. Mesmo de sessão para sessão pode haver diferenças. Algumas vezes, a impressão é de que se está a ter um sonho muito real. Noutras, é como se víssemos um filme. Em outras, é tudo tão claro e nítido que chega a espantar. Mas é sempre uma experiência enriquecedora.

15) Sempre conseguimos reconhecer nossos parentes e amigos nas pessoas que vemos noutras “vidas passadas”?

Não, nem sempre. Alguns reconhecem com certeza absoluta uma ou outra pessoa, vendo-as até com o mesmo rosto da vida presente (o inconsciente quer que a pessoa seja reconhecida sem dúvida alguma), outras vezes surgem dúvidas e o reconhecimento é feito por uma determinada característica, ou sensação. Muitos não reconhecem ninguém. Mas, pela experiência, sabemos que é muito pouco importante reconhecer ou não outras pessoas. O que interessa é o fato em si, a situação da vida que está a ser apresentada.

16) Esse tipo de Terapia de Regressão só pode ser utilizado por pessoas que acreditam em vidas passadas?

Errado. Qualquer pessoa pode beneficiar com a Terapia de Regressão, desde que ela seja indicada para o caso em questão. Quando não há a crença na reencarnação o processo é conduzido da mesma forma, e o cliente pode considerar os fatos que lhe vem à mente como conteúdos do seu inconsciente, fantasias, imaginação, não importa, o resultado é o mesmo.

17) Por que utilizar a técnica de Terapia de Regressão se o problema está no presente?

O problema no momento presente é simplesmente a ponta do iceberg, as suas raízes profundas estão em outros acontecimentos. Se tratamos só a “ponta do iceberg”, o problema atual, ele vai aparecer sobre outra forma mais tarde. A solução do problema passa por tornar consciente e aceite o que está por detrás de todos esses problemas. Ao aprendermos a “lição” que o problema nos quer ensinar já não faz sentido ter de passar pelo problema novamente e ele cessa por si.

18) Todos os problemas podem ser solucionados com a Terapia de Regressão?

Não. Cada caso é único e individual, e seria leviano citar distúrbios ou doenças que poderiam ser solucionados por este tipo de terapia. É necessário conhecer o cliente, o seu histórico de vida, a sua maneira de ser para se poder fazer a indicação do tipo de terapia mais adequada para o seu problema. Nessa altura, a escolha de um bom terapeuta é importante. Esclareça com ele todas as suas dúvidas, pergunte, fale, ouça e pergunte a si mesmo se, é esse o tipo de terapia ideal para você agora, e se é essa a pessoa que irá ajudá-lo.

 

IV - BENEFÍCIOS DA MEDITAÇÃO UTILIZADA COMO ALIADA PELA PARAPSICOLOGIA INTEGRATIVA

Além de obter a sensação de bem-estar da mente, a meditação pode aumentar a imunidade do organismo. Vejam quais são os benefícios da arte de meditar a seguir:

Quem medita tem as defesas do organismo ampliadas e consegue lidar melhor com o estresse, concluiu um estudo realizado na Universidade da Califórnia, EUA. Isso acontece porque durante a prática da meditação a enzima telomerase (ligada ao sistema imunológico) tem sua ação intensificada. Entretanto, o responsável pelo estudo, Clifford Saron, alerta que a meditação sozinha não resolve. A prática é apenas um dos mecanismos usados pelo corpo para aumentar o bem-estar do indivíduo. E é esse estado que age diretamente sobre a atividade da telomerase nas células do sistema imunológico, que são as reais responsáveis por promover a longevidade nas células. Para chegar a essa conclusão, foram analisados 60 pessoas durante três meses. Trinta delas praticaram a meditação e as outras trinta, não. As taxas da telomerase se mostraram cerca de 30% mais elevadas naquelas que meditavam. Foram esses pacientes que apresentaram, ainda, um aumento na capacidade psíquica, como melhora na percepção de controle e atenção, além de diminuição da neurose ou de emoções negativas.

Há diversos estudos que relatam as alterações fisiológicas que ocorrem em pessoas que meditam. Na área cerebral, nota-se um aumento da integração e efetividade do cérebro e acontece uma ampliação das ondas cerebrais relacionadas ao relaxamento. Além disso, ocorre um menor gasto de oxigênio pelas células do corpo, redução da frequência cardíaca e diminuição da condutância elétrica da pele (devido ao relaxamento). “Em resumo, podemos dizer que o ato de meditar provoca uma redução do metabolismo e assim ocorre uma pronunciada desaceleração do funcionamento do corpo”, explica Cardoso. O cérebro fica globalmente mais irrigado, aumentando a coerência e sincronia eletroencefalográfica. Há ainda o aumento da concentração de dopamina, norepinefrina e serotonina (neurotransmissores), o que explica o aumento da sensação de prazer, motivação e energia após a prática da meditação transcendental. Também há uma redução dos hormônios do estresse.

Quais são os principais benefícios para a saúde?

Dentre as vantagens que surgem da prática regular da técnica destacam-se:

  • redução do estresse e ansiedade;
  • aumento de satisfação e melhor desempenho no ambiente de trabalho;
  • diminuição da insônia e depressão;
  • aumento de bem-estar e autoestima;
  • estímulo da criatividade, inteligência e memória;
  • fortalecimento do sistema nervoso e imunológico;
  • redução da pressão arterial e de dores de cabeça;
  • diminuição do consumo do tabaco, do álcool e de drogas ilícitas.

 

V - BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA YOGA UTILIZADA COMO ALIADA PELA PARAPSICOLOGIA INTEGRATIVA

Fonte: Dra. Débora De Vecchi e Mestre Swami Hamsananda Sarasvati

Os benefícios da yoga são muito extensos, não vamos apontar apenas os benefícios, mas também suas limitações. Vamos começar pelas limitações, yoga para ser útil e nos propiciar os seus plenos benefícios requer: 1. Prática regular, 2. Método adequado, os métodos disponíveis de maneira popularizada raramente nos fornecem os benefícios a que a yoga se presta, possui sua estrutura voltada para o benefício mercadológico, não visando o benefício integral do praticante, como a yoga original se propõe. 3. Orientação adequada sofre o mesmo problema do item anterior. Não há sucesso em se praticar yoga seguindo um texto sem uma orientação competente e um acompanhamento pessoal gradativo e sistemático.

Agora vamos aos benefícios. A prática de uma yoga adequada, se levada a cabo por uns dez minutinhos, no mínimo de três vezes por semana já nos proporciona benefícios em grande escala. De quarenta minutos à uma hora de sessão nesta mesma constância, ou de uma hora três vezes por semana, como também duas aulas de uma hora e meia por semana são indicadas. Podemos melhorar este quadro adaptando os horários de outras maneiras. Os benefícios serão ainda muito maiores, quando em casa, praticamos algumas técnicas de maneira habitual e diária. Podemos e devemos ter um conjunto progressivo de práticas pessoais voltadas para nosso propósito individual de um ou outro item em que a yoga nos favoreça.

Em uma sessão de prática, é possível sentir benefícios no bem estar geral. Em um mês já podemos sentir a veracidade deste grande empreendimento, com três meses os benefícios gerais começam a se manifestar de maneira muito intensa e clara, mas é depois de um ano que começamos a obter algumas conquistas mais duradouras, até então se nos afastamos das práticas por tempo prolongado regredimos até a estaca zero novamente.

  • O QUE PODEMOS ESPERAR DA YOGA

Os frutos da boa prática de yoga não se limitam apenas ao corpo, a mente, o emocional e o espírito do indivíduo, mas se projetam de maneira muito acentuada nas realizações profissionais e pessoais. A tão necessária prosperidade recebe um aliado de primeira grandeza, a harmonia e satisfação existencial também. Em minha opinião, além da saúde, estes últimos são os que mais me trouxeram satisfação ao serem manifestados nas vidas de milhares em muitos países e principalmente o meu próprio durante estas três últimas décadas de ensinamento e disseminação desta ciência milenar e universal. Vamos numerar alguns itens que yoga nos oferece:

  1. Cultivar e conquistar boa saúde.
  2. Ultrapassar ou aliviar asma, diabetes, dores nas costas, excesso de peso, desordens do aparelho digestivo, melhoria do sistema cardiovascular, do funcionamento das glândulas endócrinas e ser utilizada como terapia de apoio para inúmeras enfermidades. O benefício para o sistema nervoso e o cérebro é inigualável.
  3. Aprimoramento de nossa condição estética pela pele, definição corporal e semblante pessoal. Podemos trabalhar o corpo de maneira localizada sem o risco de se desenvolver volumes desnecessários de musculatura, que tendem a se tornar um fardo para o coração e a se transformarem em gordura com o tempo, acelerando o processo de envelhecimento do corpo. E o melhor, podemos trazer de dentro e incorporar em nossa fisionomia a nossa insondável beleza interior.
  4. Aliviar ou eliminar gradativamente as causas que apoiam as manifestações de males que possuam fundo mental ou emocional, estima-se que 80% dos problemas de saúde se encontram nesta categoria, conhecidos pelo nome de problemas psicossomáticos.
  5. Desenvolver a força de vontade.
  6. Experimentar a expressão real de nosso potencial humano latente.
  7. Melhoria do relacionamento humano.
  8. Aprimoramento eficaz e intenso de nosso intelecto, concentração e memória.
  9. Autoconhecimento e paz interior.
  10. Alívio de estresse.
  • ABRANGÊNCIA DOS EFEITOS DA YOGA - BENEFÍCIOS FÍSICOS
  1. As dores diminuem, devido ao aumento da produção de endorfina no corpo.
  2. A imunidade aumenta muito.
  3. O sono melhora.
  4. O peso normaliza.
  5. A disposição aumenta bastante.
  6. A perseverança se fortalece.
  7. Força e vigor aumentam.
  8. A postura é melhorada.
  9. As flexibilidades das articulações, dos músculos e dos tendões aumentam.
  10. As funções excretórias melhoram.
  11. As funções glandulares normalizam.
  12. Funções gastro intestinais normalizam.
  13. Eficiência respiratória aumenta.
  14. Desintoxicação orgânica ocorre com grande intensidade.
  15. Eficiência cardio vascular é aumentada.
  16. Pressão sanguínea se normaliza. Principalmente se for hiper.
  17. Respiração por minuto se torna minimizada, o aumento da vitalidade e longevidade decorre disto.
  18. Aumento da onda Alfa no EEG.
  19. Desacelera a pulsação cardíaca.
  20. Equilibra a estabilidade das funções do sistema nervoso autônomo.
  21. Fibromialgia alivia.
  22. L.E.E.R diminui.
  • BENEFÍCIOS BIOQUÍMICOS INDICATIVOS DE ATIVIDADES ANTIESTRESSE E ANTIOXIDANTE, IMPORTANTES NA DEFESA CONTRA DOENÇAS DEGENERATIVAS E O ENVELHECIMENTO.
  1. Glicose diminui.
  2. Sódio decai.
  3. Total queda do colesterol.
  4. Triglicerídeos diminuem.
  5. HDL colesterol aumenta.
  6. LDL colesterol diminui.
  7. VLDL colesterol diminui.
  8. Cholinesterase aumenta.
  9. Catecolamina diminui.
  10. ATPase aumenta.
  11. Hematócrito aumenta.
  12. Hemoglobina aumenta.
  13. Contagem de linfócitos aumenta.
  14. Tiroxina aumenta.
  15. Vitamina C aumenta.
  16. Proteínas séricas totais aumentam.
  17. Aumento da serotonina.
  • APRIMORAMENTO DAS FUNÇÕES PSICO MOTORAS
  1. Força de apreensão (de segurar objetos) aumenta.
  2. Destreza de habilidades mais nobres aumenta.
  3. Coordenação motora melhora.
  4. Tempo de reação de escolha melhora.
  5. Firmeza aumenta.
  6. Percepção aprofundada aumenta.
  7. Percepção de presença aumenta.
  8. Equilíbrio melhora.
  9. Funções integradas do corpo melhoram.
  10. Atenção ao ambiente e arredor aumenta.
  11. Funções cognitivas melhoram.
  • BENEFÍCIOS MENTAIS
  1. Memória aumenta.
  2. Concentração aumenta.
  3. Mudança de nível de consciência voluntária aumenta.
  4. Eficiência de aprendizado aumenta.
  5. Percepção global e centrada aumenta.
  6. Codificação de códigos melhora.
  7. Hostilidade diminui.
  8. Depressão e ansiedade diminuem.
  9. Satisfação existencial aumenta.
  10. Humor melhora.
  11. Percepção da quinesfera (esfera de movimentos do corpo) e dos movimentos do corpo melhora.
  12. Estados emocionais melhoram, com sensível aumento do bem estar.
  13. Estabilidade mental e emocional melhora.
  14. Auto aceitação e auto atualização aumentam.
  15. Integração social aumenta.
  16. Potencial mental latente é estimulado.
  17. Paz interior aumenta.
  18. Estresse mental e emocional diminui.
  19. Letargia mental diminui.
  20. Bem estar, mental e emocional aumentam.
  21. Dependências psicológicas diminuem.
  • BENEFÍCIOS ESPIRITUAIS

São inúmeras, assim as chamadas aptidões paranormais que serão harmonizadas, a paz interior ganha com isto. O maior número de realizações espirituais na humanidade sempre esteve do lado dos praticantes de yoga. Há uma riqueza de dimensões inimagináveis nas práticas de meditação e nas escrituras yoguis, bem como nas técnicas mais avançadas. Entretanto, um preparo anterior com as partes da yoga que trabalham o corpo e a mente é necessário para um desenvolvimento seguro e equilibrado nesta área.

 

VI - TRAUMAS

A maioria dos seres humanos têm traumas de infância. Traumas são momentos de sofrimento, descontrole emocional, perturbações psíquicas, que acontecem a todo o momento, dependendo do tipo de vida que cada um vivencia. Os traumas começam desde a concepção.

Exemplo: Quando existe o processo de medo de engravidar, ao ser concebido no primeiro dia de gestação, a mãe passa ao embrião informações mentais através de seus sentimentos. Todo o medo de engravidar, mesmo de forma inconsciente, o embrião começa a receber vibrações de rejeição à vida e quando esta mãe toma conhecimento que está grávida, aumenta com muito mais intensidade o desespero e inquietude emocional contrária ao nascimento desta criança e com isso aumentando a programação de rejeição. Se esta criança nascer, certamente sofrerá em sua vida todo o processo de rejeição.

Uma das primeiras coisas que vão acontecer é o desenvolvimento do hemisfério direito do cérebro, desenvolvendo mais pela parte negativa, aumentando cada vez mais o medo de tudo até se transformar em fobia, sem contar com a tristeza que marcará esta vida e com isto prejudicando esta criança em todos os aspectos, na escola, aprendizado, adolescência, amizades, no amor e até na profissão. Acontece durante a gravidez o feto sentir a rejeição e se manifestar de forma contrária ao nascimento, provocando o aborto espontâneo. Durante a gestação acontecem muitos outros tipos de traumas.

Exemplo: Brigas, confusões dentro de casa. Tanto na gestação como durante a infância, a criança recebe todas as vibrações negativas dos acontecimentos imprimidas automaticamente em seu subconsciente. Os traumas acontecem em todos os lugares, em casa, na escola, na infância com os coleguinhas, na família e de um modo geral. Inclusive acontecem traumas até numa família feliz.

Exemplo: Um casal com apenas um filho, este filho certamente sentirá a falta de um irmão. Todos têm um ou mais irmãos, mas ele não tem. Mesmo compreendendo conscientemente, no inconsciente guardará uma tristeza de não ter um irmão, seria a mesma coisa de um filho sem pai. Quando um filho não tem pai ou não conheceu seu pai, ele fica triste, se traumatiza, definimos como trauma da solidão, e este trauma gera a insegurança emocional e financeira, insegurança do futuro, medo do amanhã.

Os traumas não acontecem somente na infância, é comum acontecerem traumas durante a adolescência a até mesmo após o casamento ou união. Quando alguém que você ama, por uma razão qualquer, talvez um descontrole emocional, tenta magoar você com palavras ásperas e até mesmo com agressividade física, certamente está gerando um trauma. Acontece também durante o ato sexual, quando o parceiro ou a parceira magoa o outro em relação ao sexo, muitas vezes acontece até de forma inconsciente, como um desabafo ou parecer natural. Às vezes não é preciso falar algo para você se traumatizar, basta um olhar diferente com ar de interrogação ou de surpresa que será o suficiente para imprimir no subconsciente, gerando situações constrangedoras. (texto extraído do livro Meu Anjo Autor Parapsicólogo Fausto Oliveira)

 

VII - O PODER INFINITO DA SUA MENTE

A maioria dos traumas e bloqueios que impedem você de ser feliz, foram causados por situações que você presenciou ou vivenciou no período de gestação dentro do ventre materno, na primeira infância ou na adolescência.

Muitos destes traumas deixam marcas tão profundas em seu subconsciente em forma de programações mentais, que mais tarde na fase adulta causam sofrimentos sem que você entenda o “porquê” de determinados acontecimentos em sua vida.

É possível desprogramar estes padrões mentais negativos da sua mente através da TERAPIA COM REGRESSÃO DE MEMÓRIA.

Através das técnicas de Hipnose e Regressão você pode livrar-se dos bloqueios sexuais de natureza emocional que impedem você de ser feliz; tais como: ejaculação precoce, impotência, frigidez, falta de desejo sexual, entre outros. Você pode também livrar-se de: fobias, mágoas, sentimentos de rejeição, timidez, medos, falta de autoestima,depressão, e outros.

 

VIII - VIVA MAIS FELIZ

Uma coisa é certa. Após você fazer uma Terapia com Regressão de Memória a sua vida não será mais a mesma.

  • Você será uma pessoa mais segura, mais autoconfiante, com muito mais autoestima e determinada em busca dos seus sonhos e desejos, tornando-se com certeza bem mais feliz.
  • Compreenderá a razão pela qual, certos fatos ocorrem em sua vida, pois você é vítima de suas próprias programações mentais conscientes e inconscientes.
  • Você muitas vezes, investe em bens, imóveis e esquece-se de você mesmo, trazendo consigo marcas do passado que a fazem sofrer no presente, impedindo que você atinja seus objetivos, as suas metas, e se realize como ser humano.
  • Nós podemos lhe ajudar a encontrar soluções.
  • Você sabe que pode mudar o seu destino? Então, o que está esperando?
  • Invista na pessoa mais importante do mundo. Você merece sempre o melhor.

 

IX - O QUE É CONSTELAÇÃO FAMILIAR SISTÊMICA

A Constelação familiar é um trabalho filosófico e terapêutico desenvolvido pelo alemão Bert Hellinger, na qual um cliente coloca em cena pessoas desconhecidas para que representem seu sistema familiar e essas pessoas, sem informações precedentes, usam palavras e vivenciam sentimentos semelhantes aos dos familiares, e até mesmo, eventualmente, refletem os seus sintomas.

É um método que trás a luz os sistemas familiares e seus emaranhamentos, que podem ser causadores de muitas doenças, dificuldades, fracassos, depressões, fobias e outros transtornos na vida das pessoas.

Por amor, fidelidade e lealdade à família, quando um antepassado deixa situações por resolver, as gerações seguintes expressarão sentimentos e comportamentos fundamentados na situação antecedente. Eles estão “emaranhados”, por assim dizer, prisioneiros a eventos e fatos pelos quais não são responsáveis e nem sequer tem conhecimento. Essa é a herança afetiva transgeracional que acaba por criar sequências de destinos trágicos.

Os benefícios da Constelação Familiar Sistêmica são promovidos de forma consciente e também inconsciente, equilibrando cargas e hierarquias, quebrando as repetições de padrões, solucionando conflitos e permitindo que cada um esteja em seu lugar e siga em frente construindo seu próprio destino.

 

X - OUTROS TEMAS RELACIONADOS COM O TRABALHO DO PARAPSICÓLOGO INTEGRATIVO:Ho’oponopono, Pranayama, Tantra, Tantra Yoga, Kriya yoga, Terapia Holística, Reprogramação Mental

 

O que é Ho’oponopono? 

 O Ho'oponopono é uma técnica simples e eficiente no que diz respeito a relacionamentos, e não é uma prática religiosa. A proposta desta técnica é assumir responsabilidade diante dos acontecimentos de nossas vidas e repetir as frases: "Sinto muito. Me perdoe. Eu te amo. Obrigado". Este mantra está diretamente relacionado a valores como compaixão, humildade, amor, gratidão.

O objetivo é ajudar você a entender que seus problemas são memórias que se repetem no seu subconsciente. Sendo assim, as dificuldades que possui não têm nada a ver com uma pessoa, lugar ou situação. Tudo que lhe incomoda é de sua inteira responsabilidade, só você pode mudar. (Regina Restelli)

Fonte:http://www.personare.com.br/7-principais-duvidas-sobre-hooponopono-m7443

 

O significado da palavara Pranayama?

 A palavra pranayama deriva de dois termos sânscritos: prana, que significa alento, força vital, respiração, energia e vitalidade e ayana, expressão que, segundo o Amarakosha, significa extensão, intensidade, propagação, dimensão. Pranayana, então, é o processo através do qual se expande e intensifica o fluxo da energia no interior do corpo. (Pedro Kupfer)

Fonte: https://www.yogapleno.com.br/o-que-e-pranayama.html#footnote_1_524

 

Significado da palavra Tantra

A palavra Tantra significa teia, tecido, rede. Indica a ideia de fios entrelaçados, unidos e formando um todo. Representa a ideia de que todas as coisas do universo estão conectadas, unidas entre si, através de um fio invisível que forma essa união íntima de todas as coisas.

O Tantra, como prática, leva a uma transformação da pessoa, permitindo-lhe ver além das aparências e perceber a realidade divina em tudo. (Roberto de A. Martins)

Fonte: http://www.shri-yoga-devi.org/tantra.html

 

O que é o Tantra Yoga?

É um caminho ligado ao domínio das energias latentes do ser humano, que também desperta o chamado “fogo sagrado” (a kundalini), ou a “serpente que jaz adormecida” no cóccix. O Tantra Yoga coloca ênfase especial no desenvolvimento dos poderes latentes nos seis Chakras, do Muladhara ao Ajña.(Roberto de A. Martins)

Fonte: http://www.shri-yoga-devi.org/yoga.html

 

O que é Kriya yoga?

O Kriya Yoga é uma prática de meditação, que não requer isolamento social ou físico e ajusta-se tanto às pessoas comuns quanto aos monges. A partir dos princípios do Karma Yoga, o Kriya Yoga ensina que toda ação - Kri - é feita pela alma que reside em seu interior - ya.

Kriya Yoga não é uma religião. É uma ferramenta poderosa para ser usada pelos que trilham o caminho espiritual e desejam acelerar seu autodesenvolvimento. Seus ensinamentos enfatizam o relacionamento entre respiração e mente, que se influenciam mutuamente. Nessa reciprocidade, reside o segredo do controle da mente: “o controle da respiração é autocontrole”.

Fonte: http://www.kriya.org.br/quem-somos/

 

Terapia Holística

A terapia holística é aquela que segue os princípios do holismo (do grego holos que significa inteiro ou todo). Ou seja: trata o ser humano como um todo, não através de uma visão fragmentada do real.
A abordagem holística acredita que os elementos físico, emocional, mental e espiritual de cada pessoa forma um sistema e objetiva tratar de toda a pessoa em seu contexto, concentrando-se tanto na causa da doença como nos sintomas.

Fonte: http://www.luzdaserra.com.br/o-que-e-terapia-holistica

 

Terapeuta Holístico

Terapeuta holístico é um profissional que utiliza um conjunto de técnicas milenares e modernas, suaves e naturais, que procede ao estudo e à análise do cliente, realizados sempre sob o paradigma holístico, cuja abordagem leva em consideração os aspectos psicossomáticos e energéticos. O terapeuta não é necessariamente um psicólogo ou um psiquiatra, é alguém que através de um curso de formação devidamente legalizado, ou em uma técnica terapêutica específica se torna apto a exercer aquela técnica. Existem muitas técnicas possíveis dentro das terapias holísticas, naturais e complementares.

Fonte:https://portal3visao.com.br/qual-a-diferenca-entre-terapeuta-holistico-psicoterapeuta-psicoterapeuta-holistico-psicanalista-psicologo-psiquiatra/

 

Reprogramação Mental

Por mais que essa expressão possa soar pesada ou estranho, a reprogramação mental é simplesmente um processo de uso da própria mente para trocar informações neurais inadequadas por pensamentos mais evolutivos, com o intuito de favorecer a saúde mental e física.

Sendo assim, esse é um processo em que você, conscientemente, procura otimizar o seu funcionamento cerebral. (Erick Heslan)

Fonte:https://hipnoseinstitute.org/reprogramacao-mental-entenda-o-que-e-e-como-fazer/

 

 PNL - Programação Neurolingüística

A Programação Neurolingüística (PNL) surgiu a partir de pesquisas desenvolvidas pelos professores da Universidade da Califórnia, Richard Bandler e John Grinder. Eles estudaram os processos mentais e identificaram as diferenças entre as pessoas bem sucedidas e outras nem tanto. Criaram um catalogo de todos os passos do processo mental que os bem sucedidos utilizavam para vencer obstáculos e atingir resultados. Estudos que culminaram em um poderoso instrumento de transformação e de realização pessoal, social e profissional.

A PNL está toda fundamentada no princípio de que atingir objetivos é uma questão de estratégia e atitude mental. São as atitudes mentais que geram comportamentos adequados que permitem modificar os resultados e/ou alcançar novos objetivos.

A PNL estuda como o cérebro funciona, como as pessoas aprendem, como se comunicam. Através de um processo prático e vivencial ela ensina como organizar as informações e utiliza-las racionalmente, para atingir resultados mais positivos.

Nos eventos de formação da PNL não existem nem segredos nem mágicas. É apenas aplicação da mais pura lógica e entendimento de como o nosso cérebro funciona. Ele gera valores, que desenvolvem capacidades latentes e transformam comportamentos. Participando dos cursos de PNL aprende-se a manejar, orientar edificar uma vida melhor. Aprende-se o como se faz, através de muita vivência e experiência. Identificam-se os limites e crenças, aprende-se a transformá-los em estruturas mentais mais úteis – redirecionam-se as ações para obter os resultados que se deseja.

 

 

 

ARTIGOS